Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

A maneira de fazer Marketing mudou ?

Compartilhe:
todo-esta-conectado-ana-cortes

O consumidor está cada vez mais conectado e, isso não é novidade para ninguém, porém, saber isto não basta, é preciso transformar a maneira de como se fazia propaganda e adaptá-las à era digital para conquistar novos clientes e tirar um maior proveito dos canais de comercialização, a fim de otimizar o orçamento de marketing o máximo possível.

Vemos hoje grandes empresas fazendo ótimos trabalhos no online, o que não se imaginava anos antes, e essa grandeza se deve a diversos fatores, tais como: excelência na prestação do serviço e um marketing digital muito bem definido pela empresa nas redes sociais.

Tanto que hoje vemos os próprios clientes fazendo propaganda gratuita destas empresas através da internet, tais como por exemplo o Nubank.

O Nubank sabe exatamente para o que veio e com certeza houve um amplo estudo do público-alvo que queriam atigir. Não tiveram simplesmente uma ideia, mas resolveram fazer uma revolução no mercado e desde antes do nascimento houve uma equipe de marketing digital por trás do negócio.

Atendimento a todo momento

Os clientes estão cada vez mais interagindo com as empresas nas redes sociais e isso requer uma força maior da empresa no quesito fidelização. É um trabalho maior, porém, positivo a longo prazo devido a propaganda gratuita no futuro.

Tempos atrás o cliente saía da loja e seu contato com a loja diminuia drasticamente. Hoje as pessoas estão cada vez mais conectadas e se as empresas estiverem ali, com certeza estarão sendo um diferencial para este cliente.

Isso não significa que você deve atender o seu cliente 24 horas por dia, muito menos durante os 7 dias da semana, pois para isso serve a tecnologia empregada no marketing digital, hoje temos e-mail marketing, chatbot e muito mais, porém, sabemos que é por essa aproximação do cliente com a empresa, que torna-se necessário resolvermos seus problemas o quanto antes, com um atendimento mais humanizado possível.

Sim, é possível humanizar o atendimento com ferramentas, desde que sejam muito bem configuradas…

Publicidade ao alcance de todos

Anteriormente, anunciar o próprio negócio era algo de grandes empresas já que os meios mais populares eram tevê e rádio, que até hoje são com custo um pouco maior que as redes sociais.

Uma ou outra empresa de porte médio é que optava por anunciar o seu negócio em carros de som, por exemplo, e mesmo assim não tinham se quer ideia do resultado que obtivera a partir dali. Com a chegada das redes sociais isso começou a mudar.

Na era do Orkut, me lembro bem que via as vezes algumas propagandas de agências de viagens nas descrições das mais variadas comunidades, as maiores daquela rede social no caso. Anos seguintes, veio o Facebook e revolucionou de vez a forma como se faz propaganda nos dias atuais.

Com pouco mais de 10 cliques já é possível anunciar na rede através do impulsionamento de um post no Facebook e, isso bem feito trás simplesmente um retorno absurdo, é o que vejo atualmente em diversos micronichos em que atuo, como no de newborn, por exemplo.

Hoje eu consigo impactar milhares de pessoas de uma região com muito menos do que R$50 reais por campanha. Por exemplo, nas redes sociais consigo facilmente sustentar a ponte de contato entre um cliente e um fotógrafo, sem aquele esforço de antigamente. O mercado está mais competitivo e quem sai ganhando é o consumidor, cabe agora a nós profissionais da área prestarmos o melhor suporte possível e a melhor consultoria possível a quem nos contrata para fazer a diferença na empresa que confia em nosso trabalho.

O jeito de fazer marketing não mudou, a publicidade tradicional é que perdeu espaço, não só para o Facebook, mas também a Netflix, Spotify, YouTube e etc…

Assim vai acontecer em qualquer área, seja na do marketing como na do taxista, que já estão perdendo espaço pro Uber. Novos tempos requer novos pensamentos e assim caminha a evolução. Faça a diferença.

Artigo escrito por Maycon Mazzo

Deixe seu comentário: